Em um ano, preço do gás sobe quase R$ 10 em Maringá

Fonte: Paraná Portal

 

Após quatro aumentos feitos em 2018, o botijão do gás de cozinha em Maringá, de 13 kg, custa quase R$ 10 a mais para o consumidor em julho deste ano em relação ao mesmo mês de 2017, com preço médio de R$ 78,81 e R$ 69,46, respectivamente, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

A variação é de cerca de 13%. O GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) foi reajustado pela última vez, em agosto, pelo PMPF (Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final). No Paraná, a alta chegou a 8% no preço da compra pelos revendedores. Em julho, a Petrobras repassou às distribuidoras reajuste de 4,4%.

Como a expectativa é de novas correções nos próximos meses, o preço deve subir mais. Segundo a presidente do Sinegás (Sindicato das Empresas de Atacado e Varejo de Gás Liquefeito de Petróleo de Maringá e região), Sandra Ruiz, em setembro será realizado reajuste dos salários dos funcionários das revendedoras e distribuidoras, aumentando o custo operacional das empresas do setor.

E em outubro a Petrobras divulga outro reajuste, que pode ser para cima ou para baixo, já que o valor do gás de cozinha varia conforme o preço do barril do Petróleo no mercado internacional.

 

 

“As pessoas devem desconfiar se o botijão estiver custando muito barato. Tem muita gente vendendo o produto adulterado”, alerta Sandra.

Mais barato

Filiados a sindicatos de trabalhadores podem comprar o botijão de gás de cozinha de 13 kg com desconto de R$ 5, à vista, em qualquer revenda vinculada ao Sinegás em Maringá, Sarandi, Paiçandu e Marialva. Basta apresentar a carteirinha do sindicato parceiro. Ao todo, são 23.

Cada revenda vai arcar com a diferença no valor. “É uma forma de valorizar os empregados sindicalizados. O benefício contribui para a economia no orçamento familiar”, diz Sandra, acrescentando que essa é uma forma de oferecer um produto de qualidade e segurança por um preço mais em conta.

A ação, que é permanente, vai abranger cerca de 10 mil trabalhadores. A lista dos sindicatos parceiros pode ser conferida no site do Sinegás ou pelo telefone (44) 3034-0243

 

Link: https://paranaportal.uol.com.br/economia/426-preco-gas-maringa/

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.