Preço do etanol cai 10 centavos em Cianorte

Fonte: Tribuna de Cianorte

 

Um levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) mostra que o preço do litro de etanol recuou em 15 estados brasileiros, incluindo o Paraná. A queda foi de 1,34%, em média, em relação à semana passada. Em Cianorte, a maioria dos postos teve redução de 10 centavos e há uma expectativa por mais uma baixa até o fim da semana.

No mês passado, os consumidores locais chegaram a pagar R$ 3,09 pelo litro do combustível. Agora, o etanol pode ser encontrado a R$ 2,65. As seguidas quedas de preço podem ser explicadas pela oferta do produto. Com o tempo seco, o clima está favorável para a colheita de cana-de-açúcar e a produção de álcool aumenta nas usinas.

No Ipê Eco Posto, o litro do etanol caiu 30 centavos desde o fim da greve dos caminhoneiros, no início de junho e é vendido a R$ 3,79. A gasolina também teve redução e é comercializada a R$ 4,53.

No Posto Nacional II, a gerente Elessandra Almeida Assunção está de olho na concorrência para acompanhar as baixas. “Nós estamos diminuindo os preços conforme os repasses da distribuidora e sempre de olho nos concorrentes, para não ficarmos para trás. Além do etanol, reduzimos dois centavos da gasolina nesta semana”, afirma. Segundo ela, é possível que o etanol caia ainda mais até o fim da semana. Até a manhã desta quinta-feira (5), o litro custava R$ 2,69 no estabelecimento.

ETANOL X GASOLINA

Com a queda do preço do etanol, proprietários de veículos flex estão preferindo o biocombustível. Para confirmar se ele compensa mais do que a gasolina, a conta é simples: basta multiplicar o valor do litro de gasolina por 0,70. Se o preço do etanol estiver abaixo do valor resultante compensa abastecer com etanol.

Por exemplo, tomando por base os preços praticados no Ipê Eco Posto, o cálculo seria: R$ 4,53 x 0,70= 3,17. No local, o litro do etanol é R$2,69, ou seja, está abaixo do resultado. Portanto, nesse caso, compensa mais abastecer com o biocombustível. (Com informações do Estadão Conteúdo)

Queda de um lado, aumento de outro

Se por um lado os consumidores estão aliviados com a redução no preço do combustível, de outro uma nova alta vai pesar no bolso, o gás de cozinha. O reajuste anunciado pela Petrobras foi de 4,4%, em média, para o botijão de 13 quilos, o que representa um aumento de cerca de quatro reais no produto final.

 

Segundo a presidente do Sindicato das empresas de Atacado e Varejo de Gás Liquefeito de petróleo (Sinegás) de Maringá, Sandra Ruiz, o aumento já era esperado e está dentro dos prazos definidos pela Petrobras. Os reajustes passaram a ser trimestrais desde janeiro.

 

Link: https://www.tribunadecianorte.com.br/noticia/preco-do-etanol-cai-10-centavos-em-cianorte 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.