Sem gás de cozinha, escolas e CMEIs seguem fechados em Apucarana

Fonte:TnOnline

 

Enquanto o comércio de combustíveis dá sinais de estar voltando à normalidade, o setor de gás de cozinha ainda avança de forma lenta, com muitas revendas de Apucarana ainda sem o produto. Um dos impactos é a falta do item nas escolas de Apucarana.

Até o início da tarde de sábado (2) a rede municipal de educação de Apucarana aguardava o reabastecimento de gás, para retomar suas atividades. O prefeito Beto Preto e a secretária de educação, Marli Fernandes, confirmaram que as aulas continuam suspensas, considerando que a falta de gás não permite que seja preparada a alimentação das crianças, que são atendidas em período integral.

“Nós mobilizamos diretoras, professores e nutricionistas e conseguimos reabastecer as escolas com alimentos frescos, como carne, legumes, verduras e frutas, mas ainda faltam os cilindros de gás P-45 e sem isso não é possível preparar as refeições”, explicou Marli Fernandes.

A secretária informa que os fornecedores assumiram compromisso de reabastecer as escolas e creches até o período da manhã de segunda-feira (4). “Estamos de prontidão e iremos comunicar os pais sobre a retomada das atividades, assim que nossa rede estiver reabastecida de gás”, anunciou.

 

O prefeito Beto Preto pediu a compreensão dos pais, levando em conta que existe um cardápio previamente definido pela equipe de nutricionistas e que se trata de alimentos frescos. “Não podemos manter as crianças nas escolas e CMEIs sem o fornecimento das refeições”, lembrou.

Beto Preto aproveitou para informar aos pais, que todas as unidades escolares e centros de educação infantis dispõem de centrais de gás externas, com instalações vistoriadas e liberadas pelo Corpo de Bombeiros.

 

Link:https://tnonline.uol.com.br/noticias/apucarana/45,466912,03,06,sem-gas-de-cozinha-escolas-e-cmeis-seguem-fechados-em-apucarana

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.