Conheça a diferença entre o gás natural e o GLP e evite acidentes

O gás natural e o gás GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) estão presentes em grande parte das residências e por serem substâncias altamente inflamáveis possuem uma capacidade fácil para provocar acidentes.  Por isso o uso dessas substâncias precisa ser feito de forma correta e consciente.

O gás GLP é o famoso gás de cozinha armazenado no botijão de gás e composto pela mistura dos gases butano e propano. É uma substância mais pesada que o ar e quando misturado ao oxigênio tem a capacidade de formar uma mistura inflamável, que no contato com uma fonte de energia dá origem ao calor e a chama. Dependendo da intensidade é isso que causa explosões. O gás GLP não contém cheiro, por isso que é adicionado uma substância chamada mercaptano, por isso sentimos o cheiro quando ocorrem vazamentos.

O gás natural é oferecido de forma encanada e, assim como o petróleo, é resultado da degradação da matéria orgânica como fósseis de animais, por isso é conhecido também como combustível fóssil. Ele contém uma substância mais leve que o ar, por isso acaba sendo mais seguro que o GLP. Na sua composição encontramos principalmente o metano e etano, sua chama é inodoro e incolor, o que gera uma queima mais limpa, porém possuí uma chama mais instável.

Os dois tipos de gás são usados na preparação de alimentos no fogão e para aquecer a água do chuveiro, porém o gás natural é utilizado por diversos tipos de indústrias. Ambos estão sujeitos a acidentes e precisam de cuidados desde a sua instalação até o seu uso no dia a dia. Abaixo algumas dicas básicas para evitar acidentes.

Ao se ausentar feche sempre o registro de gás

Use as mãos para a troca do botijão e jamais ferramentas, pois pode danificar o botijão

Após a instalação do botijão faça o teste da espuma com uma esponja para identificar possíveis vazamentos

Produtos e objetos inflamáveis devem estar longe dos aquecedores a gás

Armazene o botijão em um lugar ventilado

Mantenha crianças longe do fogão

 

Fonte:O Nortão

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.