Confira dicas para cuidar da segurança na hora de instalar seu fogão a gás

Todo cuidado é pouco na hora de comprar um fogão a gás, item indispensável na rotina de milhões de famílias. Para preparar refeições com segurança, é preciso tomar uma série de medidas na hora de instalar o equipamento. Segundo testes recentes realizados pela Proteste – Associação de Consumidores, 13 modelos de diferentes marcas acusaram vazamento de gás acima da quantidade permitida.

Os dados alarmantes fizeram com que o órgão solicitasse recall de todos os produtos, reforçando junto aos fabricantes a necessidade de se tomar providências a fim de evitar este tipo de problema. De acordo com as normas da ABNT, o limite máximo de monóxido de carbono é de 0,2%. No entanto, os testes acusaram níveis de até 3,36% com o fogão operando normalmente. Uma faísca ou fagulha e uma explosão pode acontecer a qualquer momento.

Segundo o Inmetro, o fogão é o aparelho que mais causa acidentes domésticos. Além disso, a pesquisa da Proteste também foi um alerta para que os consumidores tenham um cuidado redobrado desde o ato da compra até o uso no dia a dia. Para evitar problemas com o seu fogão a gás, confira algumas dicas na hora de comprar seu equipamento.

 

Dicas para seu fogão funcionar com total segurança

Quais são os tipos de gases?

O gás mais comum para uso caseiro é o gás liquefeito de petróleo (GLP), embora alguns modelos contem com o gás natural (GN). Nesse segundo caso, o serviço autorizado do fabricante deve adaptar a instalação. Dê preferência sempre para marcas conceituadas ao adquirir seu fogão.

 

Atenção na parte elétrica

Verifique com antecedência se a parte elétrica está em bom estado. A rede elétrica deve estar aterrada segundo a norma NBR 5410. Examine a tomada e jamais utilize extensões ou benjamins para plugar o eletrodoméstico. Não mexa em nada por conta própria: o mais recomendável é chamar um eletricista de confiança para checar as condições da parte elétrica.

 

Tipos de fogão: como instalar?

Há diversos tipos de fogão no mercada e cada um deve ser instalado de forma correta para evitar vazamentos. Os modelos de piso precisam de uma distância de 10 cm entre a parede e partes laterais. A dimensão ideal para fechar bem a tampa de vidro é de 65 cm entre as bocas e a mesa do aparelho. A fiação jamais deve ser alocada na parte de trás do fogão.

O tradicional fogão de botijão requer algumas peças à parte para sua instalação:  uma válvula de pressão de gás de 2,75 kPa, de acordo com a NBR 8473, braçadeiras de metal com parafusos, chave de fenda e uma mangueira plástica de PVC, marcada com tarja amarela e selo do Inmetro. Tudo deve estar dentro do prazo da validade. Este tipo de instalação é mais complexa e o mais indicado é pedir ajuda profissional.

Por outro lado, para instalar um fogão cuja cozinha conta com registro de gás encanado serão necessários: 1,25 m de mangueira metálica de meia polegada, duas chaves de boca e uma arruela de vedação. O registro deve estar visível e acessível, para facilitar o fechamento em caso de vazamento. Para instalar o fogão, é preciso rosquear o adaptador à mangueira de metal com algum isolante para vedar a ligação. A porca do adaptador fica na entrada da gás: basta rosqueá-la com as chaves de boca para encaixá-las corretamente.

Fonte: Jornal Dia a Dia

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.